A “DOR DE CABEÇA” DA PROMESSA DE CAMPANHA O PÁTIO RONDON

A “DOR DE CABEÇA” DA PROMESSA DE CAMPANHA O PÁTIO RONDON

Uma das promessas de campanha do prefeito Zé Carlos do Pátio, está dando uma dor de cabeça para ser concretizada, a extinção do “Pátio Rondon”.

Isso porque a Prefeitura de Rondonópolis deseja transferir para o DETRAN-MT a responsabilidade de administração e ainda não conseguiu.

O Pátio Rondon é uma concessão aberta pela Prefeitura de Rondonópolis, tendo como vencedora a empresa Biancar, que faz os serviços de remoção, guarda e liberação de veículos autuados por infração à legislação de trânsito o Pátio Rondon não é uma grande fonte de arrecadação para a Prefeitura.

Segundo informações o que o município arrecada com o Pátio torna a admintração do investimento deficitário.

A reportagem do Marreta Urgente recebeu reclamações de usuários que utilizaram o serviço e segundo as informações até mesmo chegar ao local é complicado:

“Olha situação da entrada Pátio Rondon, fui levar  uma amiga para retirar veiculo, tivemos que deixar o carro uma quadra antes, porque a ruas de acesso está intransitável cheia de buracos e arreião. O mato tomou conta do quarteirão antes de chegar no pátio”.  Declarou a usuária que enviou fotos.

imagem enviada por usuário via email

imagem enviada por usuário via email

 

Redação

Compartilhe:

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Destaques 0 Comentários

SEXTA-FEIRA 28 “VERMELHA” EM RONDONÓPOLIS E NO BRASIL

Sindicatos, Centrais sindicais e movimentos sociais organizaram uma manifestação em Rondonópolis. O movimento se reuniu em frente à sede do INSS e percorreu as ruas centrais até a Praça Brasil.

Destaques 0 Comentários

A TENTATIVA FRUSTRADA DE “GOLPE E CONFISCO ECONÔMICO” DO PT

O dia em que o PT tentou dar um golpe na economia e na politica Brasileira, a tentativa de estabelecer um estado de defesa e após um confisco econômico no

Destaques 0 Comentários

PRESIDENTE EDUARDO BOTELHO ACREDITA QUE AÇÕES DO GAECO NÃO COMPROMETEM SUA IMAGEM

O deputado Eduardo Botelho (DEM), presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso alvo da ‘Operação Bererê’, a mesma que prendeu o deputado Mauro Savi (DEM) no esquema de corrupção que