Foto: JLSIQUEIRA / ALMT DEPUTADO DO PSL/MT CONTRARIA BOLSONARO SOBRE REFORMA DA PREVIDÊNCIA

DEPUTADO DO PSL/MT CONTRARIA BOLSONARO SOBRE REFORMA DA PREVIDÊNCIA

A reforma da previdência não é uma questão de gostar ou não, ela é uma necessidade, sendo a única forma do Brasil não quebrar. Com a conta no vermelho, em breve o governo não terá como pagar os aposentados, assim milhões de brasileiros estarão na miséria. Com um rombo aproximado de R$ 150 bilhões por ano (2,3% do PIB) vai estourar caso não haja uma reformulação.

Que os esquerdistas estariam com suas metralhadoras apontadas contra o governo Bolsonaro, na tentativa de desestabilizar o único governo com coragem e determinação em realizar a reforma já era esperado; mas que haveria “fogo amigo”, vindo do PSL, nem tanto.

O que não se espera, nem poderia se esperar, é que os ataques com sentimentalismo social-democrata ou socialista viessem daqueles que deveriam apoiar o governo, e é o que já está sendo aguardado pelo governo Bolsonaro, rebeldes dentro do PSL. Em Mato Grosso, a rebeldia foi iniciada por um representante estadual, por parte do deputado estadual Delegado Claudinei (PSL), que tem se alinhado, inclusive, com setores e deputados ligados ao PT, PROS e sindicalismo para defender os servidores públicos.

Em entrevista a um site cuiabano, o Deputado do PSL, Claudinei, criticou a proposta de reforma da previdência conduzida pelo presidente da república Jair Bolsonaro (PSL). Principalmente na questão da idade mínima de 65 anos para homens e 62 para mulheres, ou 40 anos de contribuição previdenciária.

“Algumas categorias profissionais, principalmente aquelas que possuem regimes de plantão, não conseguem chegar a 35 anos de contribuição. É inviável a determinadas categorias, como é o caso dos profissionais da segurança pública, saúde e educação, alcançar a idade mínima proposta”. Disse em entrevista ao RDnews.

O delegado que virou político, Claudinei Lopes, foi eleito com 29.998 votos, sendo o quinto mais bem votado em Mato Grosso, defendendo a bandeira da segurança pública e com base na onda “Bolsonariana” que invadiu o país. Ao que parece, a cosmovisão de DIREITA e o tema ECONOMIA não são os seus fortes; e por esse motivo deveria se abster em disparar contra as propostas do governo Bolsonaro, que foi estudada e apresentada pelo maior economista das últimas décadas, o Ministro Paulo Guedes.

A propósito, a segurança pública precisa e muito das ideias e propostas do deputado Claudinei, que poderia guardar suas energias para este propósito que é o anseio de todos os cidadãos de MT.

Marcelo Marreta

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Conheça a Semana do Brasil

De 6 a 15 de Setembro de 2019 vai acontecer a primeira Semana do Brasil. Um movimento que une o poder público e a iniciativa privada para movimentar nossa economia,

Notícias 0 Comentários

MORADORES IMPEDEM SAÍDA DE VEÍCULO DA ENERGISA EM BAIRRO DE RONDONÓPOLIS E PM É ACIONADA

A empresa Energisa, concessionária de energia em Mato Grosso, que tem “fama de uma péssima prestadora de serviços” principalmente em Rondonópolis. Sendo inclusive convocada pela Câmara de vereadores para dar

Mato Grosso 0 Comentários

JIBÓIA” VISITA” MORADORES DE UM CONDOMINÍO EM RONDONÓPOLIS

A sexta- feira (7) foi marcada por uma visita inusitada, que assustou alguns moradores de um condomínio em Rondonópolis. Por volta das 22h30 um dos moradores encontrou em meio à

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Você pode ser o primeiro a comente este post!

Deixa uma resposta