Covid-19 pode nunca ter uma cura, diz Organização Mundial da Saúde

Covid-19 pode nunca ter uma cura, diz Organização Mundial da Saúde

"Não há solução milagrosa e talvez nunca exista", disse o diretor da OMS, apesar da corrida mundial pela vacina contra a covid-19

A Organização Mundial da Saúde (OMS) advertiu nesta segunda-feira (3) que talvez nunca exista uma “solução milagrosa” contra a pandemia de COVID-19, apesar da corrida contra o tempo de laboratórios e países para obter uma vacina.

“Não há solução milagrosa e talvez nunca exista”, afirmou o diretor geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, em uma entrevista coletiva virtual. “Os ensaios clínicos nos dão esperança. Mas isso não significa necessariamente que teremos uma vacina” eficaz, principalmente no longo prazo, disse.

“Todos esperamos ter um número de vacinas eficazes que possam evitar que as pessoas sejam infectadas”, mas frear os focos depende do respeito às medidas de saúde pública e do “compromisso político”, apontou.

O comitê de emergência da OMS que se reuniu na sexta-feira “foi muito claro: quando os líderes trabalham de maneira muito estreita com as populações, essa doença pode ser controlada”, ressaltou.

“Devemos conter os surtos, testar, isolar e tratar pacientes, procurar e colocar em quarentena seus contatos”, mas também “informar”, afirmou o diretor, antes de pedir às populações a continuar respeitando os gestos de barreira (distanciamento físico, uso de máscara, boas práticas de higiene, etc.) para romper as cadeias de transmissão do novo coronavírus.

“A mensagem para as pessoas e os governos é: façam tudo isso. E continuem mesmo quando a doença estiver sob controle!”, exclamou, depois de apontar que “vários países que pareciam ter passado pior registram agora novos surtos”.

A pandemia já matou mais de 690 mil pessoas no mundo desde o final de dezembro, de acordo com o balanço da Universidade John Hopkins. Mais de 18 milhões de casos foram registrados oficialmente, dos quais pelo menos 10,5 milhões foram curados.

Em 10 de julho, a OMS enviou um epidemiologista e um especialista em saúde animal à China para uma missão exploratória antes do início de uma investigação que a organização de saúde deseja realizar sobre a origem do vírus, que apareceu na China no final de 2019.

EXAME

Talvez você também goste

Destaques 0 Comentários

POPULAÇÃO RECLAMA DE AGENTES DE TRÂNSITO EM RONDONÓPOLIS

Todos os dias em Rondonópolis nas principais via da cidade, condutores são surpreendidos com infrações a legislação de trânsito. E para punir as práticas irregulares existe o Agente de Trânsito

Política 0 Comentários

TEM SECRETÁRIO DO PREFEITO MAIS” FALSO QUE NOTA DE 3 REAIS” DIZ VEREADOR

O vereador Roni Magnani (PP) utilizou a tribuna da casa de leis nesta quarta-feira (19) e desabafou que está cansado de tentar ajudar a administração municipal, pois segundo o parlamentar

Destaques 0 Comentários

Prédio de sete andares desaba em Fortaleza; uma morte é confirmada

  Um prédio de sete andares desabou na manhã desta terça-feira (15) em Fortaleza, no Ceará. O edifício residencial fica no cruzamento das ruas Tomás Acioli e Tibúrcio Cavalcante, no