Corpo de trabalhador é encontrado pelos bombeiros após ser soterrado em silo de soja

Corpo de trabalhador é encontrado pelos bombeiros após ser soterrado em silo de soja

O corpo do trabalhador Rodrigo Chaves Souza, de 26 anos, foi resgatado na manhã deste sábado (30) após ser soterrado em um silo de soja na quinta-feira (28) em Nova Maringá, (392 km de Cuiabá).

Marcos Chaves de Souza, de 18 anos, irmão de Rodrigo, foi resgatado com vida por policiais do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) após os dois terem caído no silo.

A aeronave do Ciopaer saiu de Sorriso, (420 km de Cuiabá), para poder atender de forma mais rápida a ocorrência com os trabalhadores. Logo em seguida, uma equipe do Corpo de Bombeiros de Nova Mutum chegou ao local.

Marcos foi retirado logo em seguida pelos profissionais, enquanto Rodrigo desapareceu. O silo precisou ser esvaziado para que os bombeiros pudessem encontrar o segundo trabalhador que foi soterrado. O  corpo do trabalhador foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), onde passará por exames antes de ser liberado para a família. Ainda não se sabe o que teria ocorrido para que os dois homens caíssem dentro do silo.

Redação com O Documento

Sobre o Autor

Talvez você também goste

RONDONÓPOLIS 0 Comentários

UBALDO BARROS UM VICE-PREFEITO PARTICIPATIVO E CONHECEDOR DAS DEMANDAS

Na reunião de segunda feira (30) quando o prefeito de Rondonópolis, Zé Carlos do Pátio (SD), anunciou um investimento de R$ 10,8 milhões de recursos do município para o asfaltamento/recapeamento

Mato Grosso 0 Comentários

JACARÉ ‘PASSEIA’ NO BAIRRO STA.TEREZINHA EM VÁRZEA GRANDE MT E ASSUSTA MORADORES

Um jacaré assustou os moradores ao andar pela Rua Atlântica no Bairro Santa Terezinha, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, na tarde deste sábado (20). O Marreta Urgente recebeu

Notícias 0 Comentários

ESTUDANTES AGRADECEM DEPUTADO QUE TRABALHA DURANTE O RECESSO EM BRASÍLIA PARA RESOLVER PROBLEMAS COM FIES(VÍDEO)

Estudantes  do curso de medicina do Centro Universitário de Várzea Grande – UNIVAG  denunciaram que a linha de credito que possuem Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) foi repentinamente reduzida sem