COMUNISTA JANDIRA FEGHALI DECLARA APOIO AO DITADOR MADURO

COMUNISTA JANDIRA FEGHALI DECLARA APOIO AO DITADOR MADURO

Nesta terça-feira, 30, a deputada federal Jandira Feghali (PCdoB/RJ) postou uma nota no Twitter, em que declara apoio ao ditador Nicolás Maduro.

A postagem gerou revolta na internet, tanto de seus apoiadores, como de seus críticos.

“Repudiamos mais essa tentativa de golpe na Venezuela com influência direta de forças estrangeiras, como o EUA, além de muita desinformação por parte da Grande Mídia local”, escreveu a deputada na rede social.

E completou:

“A Venezuela precisa encontrar a saída de sua crise de forma soberana, através de seu povo, sem planos baixos por parte das forças internacionais neoliberais.”

Repercussão

O ator da Record TV, Victor Coelho, conhecido popularmente como Mionzinho, rebateu o post da deputada.

“Eu te atualizo, Maduro está jogando carros blindados contra a população e não tem golpe nenhum, um povo cansado de ditadura, quer novas eleições!”, disse.

Jandira Feghali obteve 71.646 votos totalizados nas Eleições 2018 e foi eleita Deputada Federal pelo estado do Rio de Janeiro

Confira os tweets na íntegra:

Redação com conexão politica

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Brasil

ELEIÇÕES 2020 – Congresso Nacional promulga emenda que adia para novembro o processo eleitoral

Novo calendário Além de adiar as eleições, a Emenda também estabelece novas datas para outras etapas do processo eleitoral de 2020, como registro de candidaturas e início da propaganda eleitoral

Notícias

Rede de Farmácias que vendia máscaras com preço abusivo é alvo de operação no Ceará

Em Fortaleza, uma operação da Polícia Civil do Ceará apreendeu ontem 50 mil máscaras hospitalares que estavam sendo comercializadas a preços abusivos em uma rede de farmácias. O alvo da Operação Careza,

Notícias 0 Comentários

AMIGOS DE LULA E AÉCIO RETIRAM PRISÃO EM 2ª INSTÂNCIA DE PACOTE ANTICRIME

O grupo de trabalho criado na Câmara para analisar o projeto apresentado pelo ministro Sérgio Moro (Justiça) com medidas anticorrupção e antiviolência decidiu nesta terça-feira (9), por 7 votos a

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Você pode ser o primeiro a comente este post!

Deixa uma resposta