Comissão proíbe cobrança da primeira via de diploma por universidades e escolas

Comissão proíbe cobrança da primeira via de diploma por universidades e escolas

A Comissão de Educação da Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 761/19, que veda a cobrança da primeira via de diplomas e outros documentos acadêmicos por universidades e escolas públicas e privadas.

O relator, deputado Lincoln Portela (PL-MG), recomendou a aprovação. “As taxas de emissão do histórico escolar ou certificado de conclusão, bem como da expedição e do registro de diplomas, estão incluídos nas mensalidades”, disse.

proposta insere a medida na Lei de Diretrizes e Bases da Educação (Lei 9394/96). Pelo texto, a exceção ficará por conta da expedição de diploma em apresentação decorativa, com papel ou tratamento gráfico especiais, por opção do aluno.

Autor do projeto, o deputado Bacelar (Pode-BA) ressaltou que, embora o Ministério da Educação já proíba, por meio de portaria, o estabelecimento de ensino de repassar o custo de emissão sobre diploma e histórico escolar ao aluno, nem sempre essa norma é cumprida.

Proposta semelhante já tramitou na Câmara (PL 2249/2015, do ex-deputado Alfredo Nascimento) e chegou a ser aprovada pelas comissões de Educação e de Finanças e Tributação, mas foi arquivada ao final da legislatura passada.

Tramitação
O projeto de lei será analisado em caráter conclusivo pelas comissões de Educação; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Compartilhe:

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Destaques 0 Comentários

Celeridade: Fávero recorre à bancada federal para destravar recurso para MT

Investimentos para obras e equipamentos, oriundo dos convênios das ações ‘Infraestrutura’ e ‘Programa Terra Sol’ não foram cancelados, mas suspensos temporariamente, afirma representante do Incra regional Procurado pelo deputado estadual

Política 0 Comentários

SENADO VOTA EM AGOSTO PROJETO QUE OBRIGARÁ PRESO A PAGAR PELA PRÓPRIA TORNOZELEIRA ELETRÔNICA

Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado deverá votar em agosto um projeto que obriga o preso a pagar a própria tornozeleira eletrônica. A proposta prevê que o condenado

Política 0 Comentários

ALMA MAIS “HONESTA”DO MUNDO ESTÁ INDICIADO EM INQUÉRITO DA PF

Ex-presidente e sua esposa são enquadrados pela PF em corrupção e lavagem de dinheiro por aceitarem reforma feita por empreiteira investigada por desvios de dinheiro da Petrobras A Polícia Federal