Comissão proíbe cobrança da primeira via de diploma por universidades e escolas

Comissão proíbe cobrança da primeira via de diploma por universidades e escolas

A Comissão de Educação da Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 761/19, que veda a cobrança da primeira via de diplomas e outros documentos acadêmicos por universidades e escolas públicas e privadas.

O relator, deputado Lincoln Portela (PL-MG), recomendou a aprovação. “As taxas de emissão do histórico escolar ou certificado de conclusão, bem como da expedição e do registro de diplomas, estão incluídos nas mensalidades”, disse.

proposta insere a medida na Lei de Diretrizes e Bases da Educação (Lei 9394/96). Pelo texto, a exceção ficará por conta da expedição de diploma em apresentação decorativa, com papel ou tratamento gráfico especiais, por opção do aluno.

Autor do projeto, o deputado Bacelar (Pode-BA) ressaltou que, embora o Ministério da Educação já proíba, por meio de portaria, o estabelecimento de ensino de repassar o custo de emissão sobre diploma e histórico escolar ao aluno, nem sempre essa norma é cumprida.

Proposta semelhante já tramitou na Câmara (PL 2249/2015, do ex-deputado Alfredo Nascimento) e chegou a ser aprovada pelas comissões de Educação e de Finanças e Tributação, mas foi arquivada ao final da legislatura passada.

Tramitação
O projeto de lei será analisado em caráter conclusivo pelas comissões de Educação; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Mato Grosso 0 Comentários

FRAUDES NO GANHA TEMPO PODE CHEGAR A R$ 8,5 MILHÕES

Uma auditoria na gestão das unidades do Ganha Tempo, realizada Controladoria Geral do Estado (CGE-MT), apontou que o Consórcio Rio Verde que administra sete terminais do Ganha do Tempo em

Destaques 0 Comentários

Polícia Comunitária participa de roda de conversa sobre violência contra mulher em Rondonópolis

A Coordenadoria de Polícia Comunitária da Polícia Judiciária Civil, por meio do projeto social “De Bem Com a Vida”, participou na segunda-feira (04.11), de uma roda de conversa com universitários

Mato Grosso 2 Comentários

13º SALÁRIO: MT PAGA EM DIA E OITO ESTADOS NÃO SABEM QUANDO IRÃO PAGAR. 

O Mato Grosso é um dos poucos estados brasileiros que pagou o 13º salário ao longo do ano – no mês de aniversário de cada servidor. Mas para 1,5 milhão

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Você pode ser o primeiro a comente este post!

Deixa uma resposta