CIRO GOMES DECLARA GUERRA AOS CATÓLICOS E CHAMA JESUS DE “ANJO VINGADOR”

CIRO GOMES DECLARA GUERRA AOS CATÓLICOS E CHAMA JESUS DE “ANJO VINGADOR”

Ciro Gomes passou de todos os limites, o presidenciável, como todo neomarxista, arrogante e autodenominado intelectual e economista, decidiu atacar e debochar da fé cristã.

O Presidenciável que já esteve envolvido em diversas polêmicas, entre elas, desde mentir na Rádio Jovem Pan, caluniar Jair Bolsonaro, agredir cidadãos, ameaçar o Juiz Sérgio Moro, agora resolve mirar sua metralhadora ideológica e boçal contra a Igreja Católica, contra a moral judaico-cristã e rotular Jesus Cristo como “Anjo Vingador”.

O ápice da arrogância e desrespeito praticado pelo ex-ministro do Governo do PT foi dito em uma roda de bate papo com professores e alunos universitários. Ciro, além de atacar a moral cristã e debochar de Jesus Cristo, afirmou [com novos conceitos e subterfúgios, típica atitude de um falso intelectual da esquerda] que irá realizar um Controle Social profundo no Brasil. Em outras palavras, controle social quer dizer ditadura do proletariado. Ciro Gomes irá acabar, resumindo sua própria fala, com a igreja cristã, liberdade de imprensa, liberdade de expressão e iniciativa privada, tipicamente uma fala ditatorial comunista.

 

Fonte: Exata news

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Notícias 0 Comentários

ROGÉRIO SALLES É PRÉ-CANDIDATO A UMA VAGA NA CÂMARA FEDERAL

O ex-Prefeito municipal de Rondonópolis e ex- governador do MT Rogério Salles (PSDB) será pré candidato a deputado federal, seu nome foi uma unanimidade do diretório municipal. Seu nome foi

Política 0 Comentários

Prefeitura e Unemat discutem implantação do curso de Direito

A Prefeitura de Rondonópolis esteve em conversação na manhã desta terça-feira (25) com a reitoria da Universidade do Estado de Mato Grosso para projetar a vinda do curso de Direito,

Principal Destaques

Portaria do Ministério da Saúde cria mais barreiras para aborto legal em caso de estupro

Uma portaria do Ministério da Saúde publicada na quinta-feira (27) torna ainda mais difícil o acesso aborto legal ao  no caso de estupro. O documento assinado pelo ministro interino, Eduardo Pazuello, prevê

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Você pode ser o primeiro a comente este post!

Deixa uma resposta