CÁRMEM LÚCIA E A POLÊMICA DOS SUPERSALÁRIOS DA JUSTIÇA NO MT

CÁRMEM LÚCIA E A POLÊMICA DOS SUPERSALÁRIOS DA JUSTIÇA NO MT

Após a polêmica provocada com os altos valores pagos a juízes de Mato Grosso. Quando o juiz Mirko Vincenzo Giannotte, titular da 6.ª Vara de Sinop (MT), recebeu em julho R$ 503.928,79. Mais de meio milhão de reais, e após declarações do magistrado como de que ‘não está nem aí’ com a polêmica em torno de seu contracheque e que o pagamento ‘é justo, dentro da lei’.

A ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), determinou que até dezembro o vencimento de magistrados brasileiros esteja disponível no site do conselho.

Cármen prometeu que eventuais abusos serão apurados pela Corregedoria Nacional de Justiça, órgão do CNJ que atua na elaboração de estratégias para tornar a prestação jurisdicional mais eficiente.

 

Redação

Sobre o Autor

Talvez você também goste

RIO DE JANEIRO FALIDO: UERJ FECHA AS PORTAS POR TEMPO INDETERMINADO

A Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) decidiu nesta segunda-feira (31) que não voltará às aulas. A decisão foi tomada pelo conselho de diretores da universidade e as

Política 0 Comentários

Audiência pública vai debater nova escola no bairro Dom Aquino, nesta quinta-feira

O deputado estadual Silvio Fávero (PSL) e o vereador por Cuiabá Wilson Kero Kero (PSL) realizam audiência pública, no bairro Dom Aquino, em Cuiabá, nesta quinta-feira (03), às 18h30, para

Destaques 0 Comentários

POLÍTICOS DEVEM R$ 1,1 BILHÃO E ESTÃO INSCRITOS NA DÍVIDA ATIVA DA UNIÃO

Mais de 7 mil políticos eleitos, em todas as esferas, devem juntos R$ 1,1 bilhão ao governo federal, a partir de dados da Procuradoria Geral da Fazenda Nacional (PGFN). Todos

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Você pode ser o primeiro a comente este post!

Deixa uma resposta