CÁRMEM LÚCIA E A POLÊMICA DOS SUPERSALÁRIOS DA JUSTIÇA NO MT

CÁRMEM LÚCIA E A POLÊMICA DOS SUPERSALÁRIOS DA JUSTIÇA NO MT

Após a polêmica provocada com os altos valores pagos a juízes de Mato Grosso. Quando o juiz Mirko Vincenzo Giannotte, titular da 6.ª Vara de Sinop (MT), recebeu em julho R$ 503.928,79. Mais de meio milhão de reais, e após declarações do magistrado como de que ‘não está nem aí’ com a polêmica em torno de seu contracheque e que o pagamento ‘é justo, dentro da lei’.

A ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), determinou que até dezembro o vencimento de magistrados brasileiros esteja disponível no site do conselho.

Cármen prometeu que eventuais abusos serão apurados pela Corregedoria Nacional de Justiça, órgão do CNJ que atua na elaboração de estratégias para tornar a prestação jurisdicional mais eficiente.

 

Redação

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Notícias

Eleições 2020: Municípios começam nomear mesários e membros de mesas receptoras de votos nesta terça-feira (18)

A partir desta terça-feira (18), os municípios já podem começar a nomear mesários, membros das mesas receptoras de votos e de justificativas eleitorais e eleitores que ajudarão no apoio logístico

Notícias 0 Comentários

PREFEITO DE CÁCERES MT SANCIONA LEI QUE PROÍBE PRESENÇA DE CRIANÇAS EM EXPOSIÇÕES COM NUDEZ

O prefeito de Cáceres (205 km de Cuiabá), Francis Maris Cruz (PMDB), sancionou a Lei N° 2.620, aprovada pela Câmara de Vereadores, que proíbe a presença de menores de 18

Notícias 0 Comentários

BOLSONARO OU HADDAD: QUEM FOI MELHOR NA ENTREVISTA DO JN

O primeiro ato concreto de campanha dos dois presidenciáveis foi conceder entrevistas ao vivo no Jornal Nacional, ontem à noite. Ambos moderaram o discurso, fizeram uma apresentação e responderam a

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Você pode ser o primeiro a comente este post!

Deixa uma resposta