Cachorros encontram bebê recém-nascido esquartejado na rua

Cachorros encontram bebê recém-nascido esquartejado na rua

A polícia encontrou partes do corpo de um bebê em Cachoeirinha, na região metropolitana de Porto Alegre (RS), nessa sexta-feira (23/08/2019). A criança tinha cerca de uma semana de vida e os investigadores trabalham para identificar a mãe dela. As informações são do jornal local O Repórter.

Segundo o delegado Maurício Barison, a cabeça do bebê foi encontrada primeiro por cachorros de rua dentro de uma casa em construção. Os animais a levaram para o meio da rua, o que chamou a atenção dos vizinhos. Em seguida, os policiais encontraram um braço, a placenta e peças de roupas, além de marcas de sangue. Há indícios, de acordo com o responsável pela investigação, que os cortes tenham sido feitos com uma faca.

Com o objetivo de encontrar a mãe da criança, todos os hospitais da região foram alertados para que informem se uma mulher com hemorragia de aborto ou parto tenha dado entrada na unidade. Até o momento, duas situações foram comunicadas à polícia, em Gravataí, mas descartadas em seguida pelos investigadores.

O delegado também pediu a análise do DNA do sangue encontrado à perícia para tentar identificar o autor do crime.

Redação

Compartilhe:

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Destaques 0 Comentários

VÍDEO MOSTRA MOMENTO DO ASSASSINATO NA CONVENIÊNCIA EM RONDONÓPOLIS

As imagens do circuito de segurança de um posto de gasolina, localizado na Av. Lions em Rondonópolis-MT, mostram o momento em Fábio Batista da Silva foi morto a tiros, na

Mato Grosso 0 Comentários

VERGONHA: ALMT CONCEDE “TITULO DE CIDADÃO MATO GROSSENSE” PARA LULA

Um Projeto de resolução que concede título de cidadão Mato Grossense ao réu e ex-presidente da República, Luís Inácio Lula da Silva (PT) foi aprovado pela Assembleia Legislativa nesta quarta-feira

NOVA PLANILHA DA JBS CONFIRMA PAGAMENTOS DA JBS A SENADOR E EX-MINISTRO DE MT

Uma planilha apreendida na sede da empresa JBS, em São Paulo, registra a existência de uma conta-corrente aberta especialmente para abastecer políticos e partidos. Um total de 64 nomes aparece