Brasileiro cria aplicativo de viagem que une amantes da natureza e guias locais

Brasileiro cria aplicativo de viagem que une amantes da natureza e guias locais

O aplicativo ajuda viajantes a conhecerem guias locais

O aplicativo ajuda viajantes a conhecerem guias locais

Foram 58 dias de moto para percorrer os 25 mil quilômetros entre São Paulo e Palo Alto, no Vale do Silício , com paradas estratégicas para escalar, surfar e conhecer pessoas e lugares. Na bagagem, o brasileiro Pedro McCardell levava mais que roupas, equipamentos e a experiência de quem passou a vida praticando esportes de aventura. Com ele havia um sonho: criar um aplicativo que permitisse a outros amantes da natureza se conectar a guias locais que pudessem tornar cada viagem mais completa, instigante e segura. A ideia agradou aos americanos. Na primeira rodada de negociação, a plataforma Lyfx , criada por McCardell, levantou US$ 100 mil. O dinheiro serviu para reunir profissionais de design e programação que desenvolveram um piloto. Um segundo aporte, de US$ 500 mil, permitiu lançar a plataforma em escala comercial nos EUA, em março deste ano. Com 20 mil inscritos por lá, o app desembarca agora no Brasil , onde a expectativa é chegar à marca de 100 mil usuários em 2020. “Com tanta natureza a ser explorada pelo turismo de aventura, na Amazônia, no Pantanal, em parques nacionais, o Brasil tem um enorme potencial para uma plataforma com essas características”, diz McCardell.

E o que exatamente faz a Lyfx ? Nas palavras de seu criador, “é uma plataforma que facilita a interação com especialistas em atividades ao ar livre, promovendo experiências muito mais ricas”. O aplicativo permite pesquisar por regiões, datas específicas ou categorias de atividades, fornecendo uma lista de locais qualificados e suas disponibilidades de horário. Cada usuário pode personalizar a aventura com seu próprio guia individual , por meio de uma troca de mensagens dentro do aplicativo. Segundo McCardell, a plataforma tem um propósito duplo. Além de encorajar os viajantes a passar mais tempo ao ar livre, também permite que os “locais” incrementem sua renda fazendo o que gostam, incentivando e promovendo a economia local . As opções incluem caminhadas com fotografia, mergulhos, exploração de cavernas, surf, escalada, rafting ou mesmo se aventurar naquela cachoeira escondida que apenas os moradores mais curiosos conhecem.

Por enquanto, são 15 experiências disponíveis no Brasil, mas a expectativa é que 200 estejam disponíveis até o fim do ano. Como Pedro McCardell vive atualmente na Itália, quem comanda o aplicativo é o empresário da área de tecnologia Jorge Utimi Sobrinho, responsável pelo sucesso da Zup e Sales Makeover. Ele fez contato com guias locais de mais de 100 cidades, de Florianópolis (SC) a Santo Antônio do Pinhal (SP), que ajudaram a criar as melhores experiências para os usuários da plataforma. Citada recentemente em matéria do New York Times, a Lyfx foi uma das responsáveis por colocar Pedro McCardell entre os 250 empreendedores mais influentes da prestigiada lista do Crunchbase , uma das maiores referência globais em empreendedorismo. Ele é o primeiro colocado no ranking de brasileiros da relação de empresas e personalidades que têm ajudado a transformar a forma como se faz negócios atualmente. “Estamos indo para uma terceira rodada, agora para captar investidores institucionais”, diz o criador da Lyfx .


Sobre o Autor

Talvez você também goste

SILVIO CORRÊA FOI GRAVADO POR ZANATTA E PODE ANULAR ACORDO COM A PGR EM DELAÇÃO

As chamadas delações “monstruosas” do ex-governador Silval Barbosa (PMDB), de seus familiares e do ex-chefe de gabinete Silvio César Corrêa, podem sofrer um duro golpe. Isso porque  Silvio Corrêa acabou

Destaques 0 Comentários

BARBUDO MANTÉM VEREADOR DE ESQUERDA NO PSL

O vereador João Mototáxi, o mais votado pelo PSL em Rondonópolis com 1324 votos está decidido a deixar a sigla. Ele já relatou publicamente ao presidente do diretório municipal; deputado

LUCIANO HUCK DEFENSOR DA DESCRIMINALIZAÇÃO DAS DROGAS NO BRASIL

Luciano Huck estaria ambicionando cargos políticos, mais especificamente à presidência. Se o desejo do apresentador global pegar, de apresentador a presidente, o projeto de legalização das drogas pode ser uma

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Você pode ser o primeiro a comente este post!

Deixa uma resposta