BOLSONARO QUESTIONA DISPARIDADE SALARIAL E GERA ATRITO ENTRE JORNALISTAS DO JN

BOLSONARO QUESTIONA DISPARIDADE SALARIAL E GERA ATRITO ENTRE JORNALISTAS DO JN

Jair Bolsonaro (PSL) foi o segundo candidato à Presidência da República entrevistado no Jornal Nacional, da TV Globo, nesta semana. Na noite desta terça-feira (28/8), o militar reformado entrou em confronto com os jornalistas William Bonner e Renata Vasconcellos ao discutir a desigualdade salarial entre homens e mulheres, segurança pública e liberdade de gênero.

No embate sobre diferença de remuneração entre gêneros, Renata Vasconcellos questionou o presidenciável se ele tomaria alguma medida para reduzi-la. Bolsonaro afirmou nunca ter dito que mulheres deveriam receber menos. E apontou: âncoras do Jornal Nacional têm salários diferentes, com Bonner recebendo mais do que a colega de bancada. No entanto, disse, “está bom para os dois”.

Em seguida, suscitou a participação do Ministério Público do Trabalho (MPT) no assunto. “Por que o Ministério Público do Trabalho (MPT) não age [contra a desigualdade salarial]? Eu não tenho ingerência sobre eles”, retrucou.

Ao jogar a pergunta para os apresentadores, Renata Vasconcellos rebateu Bolsonaro e afirmou que jamais aceitaria ter remuneração inferior a de um homem que exerce as mesmas funções. Disse colaborar para pagar, mediante impostos, a remuneração de Jair Bolsonaro como servidor público e deputado federal.

O nome do PSL ao Planalto rebateu e sustentou que a emissora também recebe recursos do governo. “(Você) Vive em boa parte com recursos da União. A Globo recebeu milhões de reais em repasses do governo federal”, afirmou.

Desde o começo da tarde desta terça (28), a entrevista do presidenciável é um dos assuntos mais comentados no Twitter.

Economia

O presidenciável foi questionado sobre a dependência de opinião e atos administrativos na área econômica, a qual já designou o economista e ex-banqueiro Paulo Guedes como líder.

“Estou namorando Paulo Guedes há muito tempo. Se vir a acontecer [divergências e uma demissão], paciência. O que tenho, até o momento [com ele], é fidelidade e compromissos para o futuro do Brasil”, assegura. O nome do PSL para a corrida pelo Planalto reforçou confiança em Paulo Guedes e duvidou que “esse divórcio” venha a acontecer.

Agenda no JN

Apos o JN, Bolsonaro concederá entrevista à GloboNews. Ciro Gomes foi o primeiro presidenciável a ser sabatinado pelo Jornal Nacional e pelo Jornal das Dez, do canal a cabo, nessa terça (27/8). Na quarta (28), será a vez de Geraldo Alckmin (PSDB) e, na quinta (30), Marina Silva (Rede). A participação do ex-presidente Lula foi vetada: a TV Globo e a GloboNews convidaram apenas os candidatos que poderiam participar presencialmente dos telejornais

Redação com Metrópoles

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Notícias

PRF apreende grande quantidade de maconha em Rondonópolis-MT

m 12 de fevereiro do ano de 2021, por volta das 16 horas, no km 209 da BR 364, município de Rondonópolis, uma equipe da PRF abordou uma caminhonete azul

Polícia 0 Comentários

OS SINAIS POLÍTICOS DO FUTURO GOVERNO NO SENADO

Os sinais políticos apontam para uma virada na estrutura de poder do Senado. Lá, a presidência tem oscilado entre parlamentares de Norte e Nordeste, em geral do MDB, que costuma

Polícia

Homem que agrediu namorada em resort de luxo ganha liberdade com uso de tornozeleira eletrônica

Flagrado por uma hóspede do resort de luxo no Manso, em Chapada dos Guimarães (67 km ao Sul de Cuiabá), agredindo a namorada de 21 anos, o agricultor Nédio Risieri

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Você pode ser o primeiro a comente este post!

Deixa uma resposta