BOLSONARO E GALLI  INICIAM  FORMAÇÃO DO EXÉRCITO PARA A CAMPANHA DE 2018.

BOLSONARO E GALLI INICIAM FORMAÇÃO DO EXÉRCITO PARA A CAMPANHA DE 2018.

Magno Malta, Victório Galli, Onyx Lorenzoni, Delegado Francischini, Delegado Waldir, Irmão Lázaro entre outros caminham para estar no palanque de Bolsonaro em 2018.

Há um convite do presidenciável Bolsonaro para que o líder do PSC na Câmara, o mato-grossense Victório Galli assuma a coordenação de campanha da direita em Mato Grosso. Bolsonaro já informou ao PSL de MT que Galli irá assumir a presidência do partido.

Nelson Barbudo deve assumir a vice presidência ou a secretaria geral do Partido em MT.

Barbudo, conhecido das mídias sociais se alia a Galli que recebeu do Bolsonaro a missão de organizar e presidir o PSL em MT. Barbudo e Galli juntarão forças para lançarem candidaturas majoritárias e chapas para estadual e federal em MT.

Kero Kero, que chegou a atacar Galli num áudio, dizendo que não entregaria o PSL a Galli, contrariando a decisão de Jair Bolsonaro, já foi convidado a entregar a presidência. E o caminho está livre para Galli liderar a legenda.

Kero Kero deverá aceitar a decisão de Bolsonaro e continuar no partido a convite de Galli e Nelson Barbudo.

Galli chegou a gravar vídeo, já em tom de liderança e de comandante do PSL em MT, e ao lado de Bolsonaro onde fizeram coro para que Rossato seja o candidato a governador pelo PSL em Mato Grosso, caso este decida enfrentar o pleito. A decisão final está nas mãos de Rossato.

No entato Galli ainda não assinou ficha de filiação, porém já tem aval do Presidente da Assembleia de Deus, o Pastor Presidente Sebastião Rodrigues de Souza. O pastor presidente é muito respeitado entre evangélicos das mais variadas denominações cristãs de MT e do Brasil. O Pastor Sebastião é considerado um sábio, homem temente a Deus, conselheiro pessoal e espiritual de Galli.

O Pastor Sebastião Rodrigues também é vice presidente da CGADB, órgão nacional das Assembleias de Deus de todo o país.

A ficha de filiação não está assinada, mas o caminho está traçado.

O exército está se formando e 2018 terá, de fato, após décadas e décadas, um candidato de direita e cristão.

 

Por Marcelo Duarte & Marco Toledo

Compartilhe: