BARRA DO GARÇAS: COMÉRCIO SE APROPRIA DE CALÇADAS E MORADORES RECLAMAM

BARRA DO GARÇAS: COMÉRCIO SE APROPRIA DE CALÇADAS E MORADORES RECLAMAM

Moradores da cidade de Barra do Garças/MT (510km de Cuiabá), enviaram a redação do Marreta Urgente um vídeo, que mostra a situação de alguns comerciantes locais que tem avançado com construções sobre as ruas e diminuindo a largura da via.

Alguns bares e restaurantes do município transformaram a via em super calcada e anexaram a construção ao seu comércio.  O questionamento dos contribuintes sobre as obras; é saber se estão sendo realizadas de acordo com Código de Postura do município, e se existe a aprovação de órgãos como CREA, bem como se os alvarás são liberados para este fim.

Outro Lado

Tentamos contato por dois dias consecutivos com o secretário Municipal de Planejamento Urbano AGVAILTON ALVES. E com o gabinete do prefeito para obter esclarecimentos por dois dias consecutivos e não obtivemos resposta, pois a central telefônica da prefeitura estava com problemas e as ligações constantemente acabavam não sendo completadas ou era interrompida.

Redação

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Destaques 0 Comentários

Programação da Semana da Consciência Negra terá lançamento do livro “Racismo e Discriminação no Brasil” nesta terça (19)

O livro “Racismo e Discriminação no Brasil” do professor pós-doutor Flávio Antônio da Silva Nascimento tem lançamento marcado para esta terça-feira (19), às 19h. A obra será apresentada na Secretaria

Notícias 0 Comentários

VEREADOR MAZETTE TEM REIVINDICAÇÃO ATENDIDA E ESTRADA DA REGIÃO RECANTO MARIA FLÁVIA E SANTA ELZA RECEBE MANUTENÇÃO

Por indicação do vereador Elton Mazette (PSC) a Coder, atendeu o pedido de manutenção da estrada que liga a região  Recanto Maria Flávia e Santa Elza em Rondonópolis. Devido ao

Destaques 0 Comentários

Curso sobre o novo regime de tributação do ICMS

A partir de janeiro de 2020, o Governo do Estado de Mato Grosso altera o regime de tributação do principal imposto no estado, o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Você pode ser o primeiro a comente este post!

Deixa uma resposta