ATACADÃO FUNCIONAVA SEM ALVARÁ DE INCÊNDIO E PÂNICO EM RONDONÓPOLIS MT

ATACADÃO FUNCIONAVA SEM ALVARÁ DE INCÊNDIO E PÂNICO EM RONDONÓPOLIS MT

Vinte e quatro horas após o inicio do incêndio que destruiu a unidade do supermercado Atacadão em Rondonópolis, ainda e possível ver fumaça saindo do local.

Sem vítimas fatais, o incêndio agora começa a ser investigado. E a primeira avaliação já revela algo irregular de acordo com o Corpo de Bombeiros, o último alvará de incêndio e pânico foi emitido no ano de 2014.

O prédio possuía 19 mil metros quadrados e ainda existe risco de desabamento das paredes, por isso equipes ainda continuam isolando o local.

Segundo informações o incêndio teve inicio em um procedimento de manutenção com uso de solta, resta saber se houve plano de risco na execução do serviço que foi realizado em horário de grande fluxo de pessoas dentro do estabelecimento.

Tenente Coronel, Vanderlei Bonoto, comandante do 2º Comando Regional do Corpo de Bombeiros, disse que a loja, apesar de estar com seu projeto de combate a incêndios aprovado, o seu alvará de incêndio não é renovado desde o ano de 2015. “Anualmente as empresas tem que solicitar a vistoria de seus equipamentos de combate a incêndio, e esta vistoria é feita por Bombeiros Militares, para só depois ser emitido o alvará”.

Segundo informações na evacuação do prédio, não havia brigadistas com treinamento adequado e os equipamentos como hidrantes também não teriam funcionado corretamente.

Claudio Hessel, Engenheiro em Segurança do Trabalho

A reportagem do Marreta Urgente conversou com Claudio Hessel, Engenheiro em Segurança do Trabalho, e professor-mestre na área de equipamentos e máquinas, diretor da ‘Work Safety’ sobre o assunto. E perguntou como podemos evitar tragédias como esta que ocorreu na sexta feira (12).

“Todo o incêndio começa pequeno, claro se não for uma explosão. No início podemos combater usando os preventivos instalados. Hidrantes, extintores e etc., mas precisam funcionar e o estabelecimento precisa dispor de pessoas treinadas. O treinamento é o de brigadista exigido por Lei. Realizado por empresas credenciadas junto ao CBMT/MT. O treinamento habilita a realizar o combate inicial do incêndio, evacuação e primeiros socorros”.  Disse Cláudio.

Veja nota do Atacadão sobre o caso:

“A respeito do incêndio na loja de Rondonópolis na tarde da sexta-feira (12), a empresa informa que o Corpo de Bombeiros foi acionado tão logo foi detectado. As equipes de gestão da companhia estão mobilizadas no apoio necessário à unidade. A rede lamenta profundamente o ocorrido, esclarece que segue estritamente todas as normas de segurança e vai colaborar com as autoridades competentes para a elucidação do caso”.

Um inquérito policial foi aberto para apurar as causas e responsabilidades do incêndio, o certo que agora muitas situações irão aparecer e muitas serão esclarecidas. Uma delas o fato do alvará vencido e a falta de fiscalização eficiente serão temas de longa discussão durante o processo.

 

Redação

Compartilhe:

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Notícias 0 Comentários

REUNIÃO SOBRE TRANSPORTE COLETIVO EM RONDONÓPOLIS

Reunião ocorrida na tarde desta segunda-feira (4), no Paço Municipal, entre o prefeito de Rondonópolis, Zé Carlos do Pátio, e o gerente-geral da viação Cidade de Pedra, Paulo Sérgio da

Política 0 Comentários

RANALLI PODERÁ TRILHAR O CAMINHO DE EDUARDO BOLSONARO

Com a atual crise moral, ética e principalmente de credibilidade, o número de parlamentares oriundos das policias militares, civis e federais deverá aumentar em 2018. Nas assembleias legislativas dos estados,

RONDONÓPOLIS 0 Comentários

EMPRESÁRIOS DO SETOR DE CAÇAMBAS PEDEM APOIO AO VEREADORES

Um grupo de empresários ligados ao setor de caçambas procurou os vereadores para debater a situação do setor, após a implantação do novo aterro sanitário do município. O motivo da