Aliança não usará fundo partidário em 2022, promete Bolsonaro

Aliança não usará fundo partidário em 2022, promete Bolsonaro

Ao falar da possível sanção ao fundão de R$ 2 bilhões para 2020, Bolsonaro fez promessa sobre a Aliança pelo Brasil.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou, nesta quinta-feira (9), que se o fundão eleitoral para 2020 for sancionado, o seu futuro partido, Aliança pelo Brasil, não usará os recursos nas eleições de 2022.

Durante transmissão ao vivo no Facebook, Bolsonaro afirmou:

“Deixo bem claro que, mesmo que seja sancionado o fundão, o partido novo em 2022 não vai ter fundo partidário. Uma parte do meu ex-partido que brigou pelo fundão. Quem usar o fundão em 2022, vai ser complicado, porque vai ter que prestar conta de 15 em 15 dias.”

Na opinião do chefe do Executivo, quem usar a verba vai perder voto. Bolsonaro ainda ressaltou que “não acha certo” usar dinheiro público:

“Ao usar o fundo partidário, fazer santinho… Vai ser o tiro pela culatra, vai perder voto. […] Não acho certo usar dinheiro público. No meu caso, me elegi presidente sem fundo nenhum. Os R$ 4 milhões foram fruto de doações.”

Exata News

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Política

VICE-DITADOR DA VENEZUELA QUE É NARCOTRAFICANTE TEM 500 MILHÕES DE DÓLARES BLOQUEADOS PELOS EUA

Os EUA bloquearam meio bilhão de dólares (US$ 500 milhões) em dinheiro e ativos do vice-ditador socialistas da Venezuela, Tareck El Aissami, e seu testa de ferro Samark Lopez Bello.

Notícias

ATENÇÃO: ELEITORES DO VALE DO SÃO LOURENÇO PODERÃO SER USADOS POLITICAMENTE

A Região do Vale do São Lourenço em Mato Grosso terá na disputa, das próximas eleições deste ano, 4 candidatos, pelo menos. Os nomes que tivemos acesso deverão disputar vagas

Política

GALLI DIZ QUE “MT É MITO” EM DISCURSO NA CONVENÇÃO DO PSL NACIONAL

O deputado federal Victório Galli (PSL) discursou na convenção nacional do PSL, que oficializou a candidatura de Jair Bolsonaro à presidência da República, realizada neste domingo (22), no Rio de