Alexandre de Moraes proíbe Sara Winter de ir ao aniversário do filho

Alexandre de Moraes proíbe Sara Winter de ir ao aniversário do filho

Sara Winter foi proibida pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, de ir à festa de aniversário do próprio filho, Hector, que completa 5 anos no próximo dia 15 de setembro. A festa acontecerá neste domingo (13) e ela usou as redes sociais para lamentar o caso.

“Enquanto criminosos de verdade recebem indultos e saidinhas no Dia dos Pais e das Mães, eu, que fui jogada em um presídio e me encontro em prisão domiciliar há 79 dias, sem crime, sem acusação, sem julgamento ou sentença, fui proibida de estar com meu filho em sua festinha de 5 anos”, comentou Sarah.

Por determinação de Moraes, Sara tem que usar tornozeleira eletrônica e é obrigada a ficar em casa ou em seu local de trabalho, sem circular nas ruas. Alegando ser vítima de perseguição por apoiar o presidente Jair Bolsonaro, ela pediu que os internautas subam a tag #FelizAniversárioHector no dia da festa.

“Até quando Alexandre de Moraes estará entre a vida do meu filho e a minha? Um dia tudo isso vai acabar e a mãe do Hector vai ser uma grande mulher, vai protegê-lo de tudo e formá-lo um homem justo e valente. Um homem que quando qualquer um mexer com a mãe dele, não vai deixar por menos de um socão no meio da fuça”, disse.

Fonte: Pleno News

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Notícias

Prefeitura realiza pregão eletrônico para registro de preços de medicamentos

A Prefeitura de Rondonópolis realiza licitação, na modalidade pregão eletrônico, do tipo menor preço por item, para futura e eventual aquisição de medicamentos e insumos que atenderão a Secretaria Municipal

Notícias 0 Comentários

PEQUENAS CRISES RONDAM POLÍTICA EXTERNA DE BOLSONARO

Três fontes de confusão se abriram na política externa brasileira. Uma com a China, a segunda com o mundo árabe e, a terceira, envolvendo Europa e Mercosul. Os negociadores de

Destaques 0 Comentários

Escola Sem Partido avança com dificuldade na Câmara

Nesta quinta-feira (22), durante uma comissão especial convocada na Câmara dos Deputados, em Brasília, o deputado Flavinho (PSC-SP), relator do projeto, realizou a leitura do Projeto de Lei do Escola