Alexandre de Moraes e a imunidade parlamentar

Alexandre de Moraes e a imunidade parlamentar

Em sua obra o juiz defende a “mais ampla liberdade de manifestação”

O julgamento na Primeira Turma do Supremo sobre a denúncia de racismo contra Jair Bolsonaro (PSL) terminou empatado e caberá a Alexandre de Moraes, ex-secretário do tucano Geraldo Alckmin, o voto decisivo.

Em sua obra ‘Direito Constitucional’, o ministro Alexandre de Moraes defende a imunidade parlamentar como garantia fundamental para o “exercício” da atividade política.

Segundo ele, a proteção garante ao congressista “a mais ampla liberdade de manifestação, por meio de palavras, discussão, debate e voto”, inclusive nas redes sociais.

Na tarde terça-feira (28), Moraes pediu vista da denúncia da Procuradora-geral, Raquel Dodge, contra Jair Bolsonaro por suposto crime de racismo – por ter criticado os quilombolas durante uma palestra.

O relator Marco Aurélio Mello, contrário à acusação, afirmou que o pronunciamento do deputado se deu no contexto de crítica à política de demarcação de terras quilombolas e indígenas.

Ricardo Roveran / Terça Livre

Compartilhe:

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Destaques 0 Comentários

NELSON BARBUDO O “FALTOSO” DAS COMISSÕES NA CÂMARA DOS DEPUTADOS

O deputado federal por Mato Grosso, Nelson Barbudo (PSL), faltou a quase 60% dos compromissos oficiais dele nas reuniões de comissões da Câmara dos Deputados desde que assumiu o mandato.

RONDONÓPOLIS 0 Comentários

Sabatinados do Sanear e a Coder são aprovados pela câmara

Os nomes para os cargos de chefia indicados pelo prefeito José Carlos do Pátio (SD) para o Serviço de Saneamento Ambiental (Sanear) e a Companhia de Desenvolvimento de Rondonópolis (Coder)

Notícias 0 Comentários

CODER: NOVO PRESIDENTE E DIRETOR TÉCNICO SERÃO SABATINADOS PELA CÂMARA NA QUARTA FEIRA(21)

O prefeito de Rondonópolis, José Carlos do Pátio (SD), encaminhou a câmara de vereadores  em regime de urgência urgentíssima a indicação de dois nomes para a diretoria da CODER (COMPANHIA DE