ACOVARDADO: VEREADOR RICARDO SAAD DIZ QUE NÃO TEM CORAGEM DE PEDIR CPI CONTRA EMANUEL PINHEIRO

ACOVARDADO: VEREADOR RICARDO SAAD DIZ QUE NÃO TEM CORAGEM DE PEDIR CPI CONTRA EMANUEL PINHEIRO

O vereador de Cuiabá Ricardo Saad (PSDB) afirmou à imprensa, que não tem coragem de abrir uma representação para que a Câmara de Cuiabá investigue o prefeito Emanuel Pinheiro (PMDB), denunciado pelo ex-governador Silval Barbosa (PMDB) em delação premiada como um dos políticos que receberam propina.

Vereador Ricardo Saad garante que, mesmo vendo imagens, não está acreditando em propina a Emanuel Pinheiro.

“Eu não teria coragem de representar contra o prefeito. Tenho que esperar a Justiça falar. Eu sou vereador, não sei até onde está o tamanho disso”, afirmou Saad.

“Eu fico triste porque eu conheço Emanuel, sei da vontade dele, de fazer uma Cuiabá melhor. Agora estou chocado, estou triste. É uma coisa que sinceramente eu não acreditava”, afirma.

No estilo “São Tomé”, Saad diz que tinha que ver para crer e, ainda assim, não tem certeza do ocorrido.

“Sou uma pessoa que só vendo para acreditar e agora até para ver essa imagem aí eu estou meio assim. O caminho a tomar eu não sei, sinceramente. Quem tem que fazer alguma coisa é a Justiça. A Câmara não tem esse papel, não tem esse poder”.

Procura-se vereadores com coragem, para realmente representar a população e honrar sua função.

Sobre o Autor

Talvez você também goste

RONDONÓPOLIS 0 Comentários

PREFEITURA DE RONDONÓPOLIS ESCLARECE MEDIDAS QUE SERÃO TOMADAS APÓS ALAGAMENTOS

Nota à imprensa A Prefeitura de Rondonópolis informa que está tomando medidas de imediato para, resolver de forma pontual os problemas crônicos de drenagem da cidade, agravados pelas fortes chuvas

RONDONÓPOLIS

Bêbado é preso após bater caminhonete contra 3 carros parados

Um motorista foi preso na noite de sexta-feira (9) após bater a caminhonete, que dirigia, contra três carros que estavam estacionados na rua Dom Pedro II, em Rondonópolis (212 km

Notícias

Câmara aprova R$ 600 de auxílio para trabalhador informal; projeto vai ao senado

 A Câmara dos Deputados aprovou, ontem um projeto que destina R$ 600 a toda pessoa que comprovar não ter renda, por pelo menos três meses. Mães que comandam sozinhas famílias

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Você pode ser o primeiro a comente este post!

Deixa uma resposta