ABSURDO: PRESIDENTE DA CÂMARA DE PVA DO LESTE APRESENTA PROJETO DISPENSANDO PRESTAÇÃO DE CONTAS DA VERBA INDENIZATÓRIA

ABSURDO: PRESIDENTE DA CÂMARA DE PVA DO LESTE APRESENTA PROJETO DISPENSANDO PRESTAÇÃO DE CONTAS DA VERBA INDENIZATÓRIA

O Presidente da Câmara Municipal de primavera do leste-MT (244 km de Cuiabá) Valmiley Santos (PV), apresentou projeto de lei, que desobriga os vereadores a prestarem conta da verba indenizatória. Cada parlamentar recebe o salário que é R$ 6.800 mais a verba indenizatória de igual valor no total de R$ 13.600,00 mensais.

De acordo com o projeto lei do presidente Miley Santos (PV), os vereadores não precisam mais justificar os gastos da verba indenizatória.

O projeto nº 840/ 2018 é uma afronta à lei orgânica do município e a constituição federal.

Enquanto o pais passa por uma grave crise econômica e a população paga altos encargos e impostos uma classe especial julga estar acima da própria constituição federal, arregimentando leis para beneficio próprio.

Uma vergonha que precisa de uma resposta imediata do poder judiciário e em médio prazo das urnas. Além de aumentar seus seus vencimentos em 36% com a verba indenizatória, também decidem não prestar contas. Se existe uma frase mais especifica para a população primaverense ainda não foi exclamada. “Um verdadeiro tapa na cara do cidadão”.

Como a memória de certos políticos é curta vamos transcrever parte do discurso do PRESIDENTE MILEY SANTOS (PV) quando assumiu a presidência da casa de leis.

“ Em relação à eleição entendemos que é assim, busca-se o voto, o trabalho é voltado ao bem comum, e a democracia foi exercida. Os trabalhos seguem da mesma forma, vamos seguir fiscalizando, cobrando e o que é de nossa competência, o gabinete estará sempre aberto como sempre esteve. Todos têm seu valor aqui dentro, sem distinção. Vamos todos juntos fazer uma gestão eficiente e com produtividade é o que a população espera e é o que seguiremos fazendo”.

Será isso que a população espera do presidente da Câmara de vereadores, legislar em proveito próprio?

 

Por enquanto Marreta Neles!

 

 

Compartilhe: