A ÚLTIMA CEIA DE PEDRO TAQUES E NILSON LEITÃO

A ÚLTIMA CEIA DE PEDRO TAQUES E NILSON LEITÃO

O governador Pedro Taques ofereceu uma feijoada em um jantar reservado no último sábado (3), em Cuiabá. O encontrou contou com a presença de lideranças políticas, em especial, entre elas a do vice-governador Carlos Fávaro (PSD) e do “sonhástico” pré-candidato ao Senado, o deputado Nilson Leitão (PSDB).

A última ceia de Pedro Taques com seus dois maiores “opositores” internos demonstrou que o governador acredita mesmo que as divergências acabaram e que Fávaro e Nilson Leitão passam a estar comprometidos com o projeto de reeleição do governador.

Pensa o governador, que colocou um fim nos dilemas internos.

Carlos Fávaro tem buscado apoio dos oposicionistas para firmar sua candidatura ao governo de Mato Grosso além de consolidar o apoio de seu partido (PSD) que compreende mais de 80 prefeitos e 500 vereadores em praticamente todos os 141 municípios mato-grossenses.

Taques continua se enganado e acredita fielmente em acordos regados a feijoada.

Ao governador, uma sugestão. Há mais de dois mil anos um homem sentou-se a mesa com outros e deixou uma mensagem: “àquele que come comigo há de me trair”.

Ou Taques esqueceu-se do relato bíblico ou está ignorando, agindo como ingênuo ou vive no mundo de Alice. A política é feita com base em compromissos, compromissos cumpridos e feitos por quem tenha lastro e histórico de cumprir. É importante reconhecer os personagens que estão evidentes na vida real e saber movimentar as peças do jogo político. Taques já errou muito, no jogo político, não poderá errar mais.

Não tenho dúvidas que no final da história, “os Judas” aparecerão e Nilson Leitão será o primeiro a confirmar tudo que dissemos aqui.

Por enquanto, Marreta Neles!

Compartilhe: