VEM AÍ A GRAMPOLÂNDIA ELEITORAL

VEM AÍ A GRAMPOLÂNDIA ELEITORAL

Há duas semanas, um assessor ligado a um figurão do meio político andou sondando custos de equipamentos de escutas telefônicas clandestinas e estava à procura de quem poderia colocar o equipamento para funcionar e operar os grampos. As informações são do Midianews.

Dessa forma um alerta foi disparado ao Ministério Público e para a Polícia Federal, uma vez que o sistema de grampos ilegais estaria sendo preparado para as eleições deste ano.

Seria uma tentativa de reeditar o conhecido esquema da grampolândia pantaneira, que ganhou as manchetes nacionais e colocou muita gente graúda atrás das grades, o hábito criminoso de bisbilhotar a vida alheia parece, decididamente, fazer parte do cardápio político de Mato Grosso.

Será que durante a campanha eleitoral teremos as escutas ilegais de volta?

Em boca fechada não entra mosca. Em tempos de eleição as paredes têm ouvidos, e escutas ilegais também.

Por enquanto Marreta Neles

Compartilhe: