QUEM SERÁ O NOVO PRESIDENTE?

QUEM SERÁ O NOVO PRESIDENTE?

TRÊS NOMES DESPONTAM NA CORRIDA PARA PRESIDENCIA DA CÂMARA DE VEREADORES

Os vereadores eleitos e reeleitos no dia 2 de outubro ,a partir de agora tem uma nova missão a formação da mesa diretora da Câmara Municipal para o próximo biênio 2017-2018.

No dia da posse oficial, em 1º de janeiro de 2017, quando eles já vão participar da votação que vai decidir a mesa diretora da casa, os nomes dos vereadores Rodrigo da Zaeli (PSDB) e Hélio Pichioni (PSD) e vereador Roni Magnani (PP) surgem como nomes cotados para encabeçar uma chapa para eleição da nova mesa da Câmara Municipal.

As reuniões, convocada pelos vereadores do PSDB e Solidariedade, reuniu 13 parlamentares, entre eleitos e reeleitos.

O que pesa na escolha de cada um dos nomes:

helio

Hélio Pichioni (PSD) o nome mais experiente e respeitado já foi presidente da câmara, entre os vereadores é considerado um balizador de opiniões sempre escutando as demandas e agindo democraticamente nas questões importantes a ser discutida na câmara municipal, além de extenso serviço médico prestado a cidade.

 

 

whatsapp-image-2016-10-01-at-19-02-03Rodrigo da Zaeli (PSDB) formado em Administração de Empresas e Pós-Graduado em Administração Pública e Gestão de Cidades. Já foi Secretário Municipal de Transporte e Trânsito entre 2010 a 2012. Em 2015 assumiu a presidência da CODER, onde realizou seu trabalho com transparência e seriedade na administração e como vereador propôs 36 projetos de lei, dos quais 22 foram aprovados e sancionados pelo executivo municipal.

 

download-12Roni Magnani (PP) vereador reeleito com 2.608 votos, considerado jovem e com muita ambição para ser o presidente da câmara, pelo que se ouve nos bastidores da Câmara Municipal e da política local é que seu nome encontra bastante resistência entre eleitos e reeleitos, entretanto outra vertente informa que teria 14 votos, o que lhe daria a vitória.

O prefeito eleito Zé Carlos do Pátio (SD) é a parte mais interessada sobre a formação da mesa diretora do Legislativo ele precisa do apoio da Câmara, para governabilidade do município.

Até agora são meras especulações qualquer formação para a mesa diretora da câmara municipal, no entanto acreditamos que nossos vereadores saberão escolher o melhor caminho para a casa de leis.

O vereador, por morar onde moram seus eleitores e viver o seu dia a dia junto deles, acompanha de perto os acontecimentos da vida da comunidade. Ele também exerce suas atividades profissionais nesse ambiente. Estando tão próximo, encontrando as pessoas, conversando com um e com outro, ele fica conhecendo as necessidades do cidadão.

O vereador tem oportunidade de ouvir sugestões, reclamações e pedidos vindos das pessoas as mais variadas, desde as menos atuantes e informadas até as que sabem das coisas que não andam bem. Ele, inclusive, é, por direito, usuário dos serviços públicos que são oferecidos aos seus conterrâneos e pode avaliar se são de boa qualidade ou não. Por estar tão próximo à sua comunidade, ele fica conhecendo as demandas sociais. Consciente de que é capaz de influenciar em decisões que beneficiem a todos, o vereador deve buscar meios para ajudar sua cidade.

Da redação

Compartilhe: