POLÊMICA DA NOMEAÇÃO DE DIRETOR “ÁUDIO” DE REUNIÃO VAZA EM REDES SOCIAIS

POLÊMICA DA NOMEAÇÃO DE DIRETOR “ÁUDIO” DE REUNIÃO VAZA EM REDES SOCIAIS

Reunião entre SEMED e Pais aconteceu na Terça Feira 17

A polêmica em torno da nomeação da diretora da Escola Municipal de Educação Infantil Mateus Vinicius Braz em Rondonópolis ,tem um novo episódio a comissão de pais vai recorrer a justiça por causa da nomeação da coordenadora Silvana Gonçalves que segundo a comissão não esta apta a gerir a unidade escolar.

O fato é que uma reunião anterior havia acontecido com a Secretária Municipal Educação Carmem Garcia Monteiro e a comissão de pais, onde ficou acertado que caso a ex-diretora ROSEMEIRE LUCAS BARRETOS não fosse a nomeada, outro nome que pudesse trazer consenso a comunidade escolar seria apresentado pela secretaria de educação.

O áudio da reunião que vazou nas redes sociais mostra a leitura da ata e os fatos apresentados até o momento.

 

A escola não teve eleições para diretor e por esse motivo o cargo é ocupado por indicação. Assim os pais acreditam que a gestão democrática que tanto é proferida pela atual gestão deve levar em conta a vontade da comunidade escolar em relação aos nomes indicados.

Um abaixo assinado com mais de 300 assinaturas foi entregue ao prefeito Zé Carlos do Pátio.

A reportagem entrou em contato com a professora Silvana Gonçalves que por sua vez explicou que todo e qualquer comentário sobre a situação deverá ser feita através da secretaria de educação e não quis comentar o assunto.

A ex-diretora Rosimeire Barreto declarou apenas que agradece o carinho que recebeu da comunidade pelo tempo em que foi diretora e que deseja a professora Silvana sucesso e uma boa gestão a frente da escola.

Diante dos fatos cabe a secretaria de educação neste momento de impasse, a sensibilidade em escutar as partes para resolver da melhor maneira possível à situação que está sendo exposta e intermediar o dialogo entre pais, escola e comunidade para evitar ações judiciais que não trarão nenhum acréscimo a democracia, pois quando se é necessário partir para o judiciário é sinal que a democracia não está sendo plenamente respeitada.

A prefeitura na tarde de ontem (18) emitiu nota oficial sobre o assunto, mas que na opinião dos pais não justifica a nomeação da atual diretora.

 

 

Redação

 

Compartilhe: