Foto: Assessoria MEDEIROS VOTA PELO AUMENTO SALARIAL PARA O STF E CONTRARIA BOLSONARO

MEDEIROS VOTA PELO AUMENTO SALARIAL PARA O STF E CONTRARIA BOLSONARO

Há menos de 24 horas, o Presidente eleito orientou que este não era o momento para aumento salarial de Ministros do STF e membros do Judiciário ou de quem quer que seja do alto escalão do poder.

José Medeiros, o senador que se elegeu sob o manto da direita e com argumento de que seria muito “próximo” de Bolsonaro, votou pelo aumento de salários dos Ministros do Supremo Tribunal Federal e Judiciário e contrariou posição da base aliada de Bolsonaro.

Medeiros chegou a pedir votos para o candidato a presidente Álvaro Dias nas primeiras semanas do primeiro turno. Na reta final decidiu apoiar a onda Bolsonarista orientado pelo Senador Magno Malta.

Outro ponto controverso foi a aliança construída por Medeiros em Mato Grosso, contrariando a lógica direitista: o PODEMOS, sob a presidência de Medeiros em MT, se aliou ao trio PC DO B, PROS e PT. Esses três partidos formaram a coligação oficial nacional de HADDAD, LULA e Manuela D’Ávila.

Um dos principais interlocutores na mídia de Bolsonaro, Allan dos Santos, jornalista, fundador do Canal Terça Livre e aluno do professor Olavo de Carvalho, reagiu ao voto contraditório de José Medeiros.

Em trecho do Twitter Allan escreveu: “Não era ele que apoiava @jairbolsonaro?”

Marreta Neles!

Compartilhe: