FEBRE AMARELA EM MACACOS PREOCUPA MORADORES DE RONDONÓPOLIS

FEBRE AMARELA EM MACACOS PREOCUPA MORADORES DE RONDONÓPOLIS

NO RESIDENCIAL JOÃO MORAES MORADORES MONITORAM OS PRIMATAS

Macaco Prego- foto enviada por morador do Bairro JM

Após relato de 03 macacos encontrados mortos na região de São José do Povo, provavelmente vítimas da febre amarela, chegou à vez de  Rondonópolis observar atentamente a situação.

O Marreta Urgente recebeu relatos de moradores do Bairro Residencial João Moraes, de que muitos macacos entre eles: Bugios e Macacos Pregos poderiam ser vítimas da febre amarela, e estarem mortos dentro da mata.

Os moradores disseram que é comum aparecerem em média mais de 20 macacos por dia próximo a mata do bairro, e que o número tem diminuído. Eles solicitam a secretaria municipal de meio ambiente (SEMMA), para que realize uma incursão na mata para verificar se alguns destes macacos não poderiam estar mortos, caso semelhante ao de São José do Povo que foram vítimas da Febre Amarela.

Entramos em contato com o Secretário Municipal de Meio Ambiente de Rondonópolis, João Fernando Copetti que explicou a seguinte situação.

“Os macacos migram à procura de frutas, se em determinado lugar as frutas ficam escassas eles naturalmente procuram alimentação em abundância em outro local”. Relatou.

No entanto reiterou que vai solicitar uma equipe da SEMMA, para que faça uma vistoria no sentido de tranquilizar os moradores da região com relação a esta situação específica.

 

Redação

Compartilhe: