FALTA DE PAGAMENTO: O FATOR QUE PROVOCA CAOS NO TRÂNSITO DE RONDONÓPOLIS

FALTA DE PAGAMENTO: O FATOR QUE PROVOCA CAOS NO TRÂNSITO DE RONDONÓPOLIS

A Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito (Setrat), que está com aluguel atrasado há seis meses no valor de R$ 2,8 mil/mês, este não é o maior problema que a secretaria enfrenta e quem dera fosse.

As informações que chegam à reportagem do Marreta Urgente são de que o caos no trânsito vivido pela população é resultante da falta de pagamento a empresa de semáforos e a empresa que tem a concessão da fiscalização eletrônica no município, além de problemas de diversos pagamentos, resultante na falta de sincronização e manutenção dos semáforos, causando um transtorno ainda maior com as obras do SANEAR, sendo realizadas na região central da cidade.

Uma verdadeira vergonha para a cidade que tem uma receita anual em torno de R$ 800 milhões e que não consegue promover um simples serviço de trânsito adequado ao seu contribuinte e cidadão, que vem sendo desrespeitado profundamente em seus direitos básicos.

Após seis meses de governo, está na hora de uma resposta a altura para casos como este não venham a prejudicar ainda mais o rondonopolitano. A pergunta que todos fazem é porque sempre existe demora em trazer benefícios que na verdade são obrigatórios por parte do poder público, e quando o mesmo poder exerce a função de cobrar as demandas são rápidas.

Até parece que está escrito na testa de cada contribuinte a palavra “OTÁRIO”.

Em tempos de tatuagem na testa, não é de duvidar que logo alguém queira concretizar a ideia.

 

Por enquanto Marreta Neles!

 

Compartilhe: