Denúncia: Bares descumprem decreto em Rondonópolis

Denúncia: Bares descumprem decreto em Rondonópolis

A prorrogação de um decreto municipal do prefeito de Rondonópolis, José Carlos do Pátio (SD), proíbe e restringe alguns setores do comercio entre eles estão o funcionamento de hotéis, motéis e casas de diversões; bailes, festas, comunitárias, casamentos, bingos, sessões de cinemas, festas em casas noturnas, boates, casas de festas. Sendo que bares, lanchonetes, trailer de lanches, restaurantes, cafés, pizzarias, conveniências, pelo sistema Drive Thru (retirada rápida), entrega domiciliar.

No entanto uma comerciante indignada, após denunciar que alguns bares da região central especialmente à noite estariam funcionando; e sem  uma efetiva fiscalização por parte da vigilância sanitária municipal.

Após enviar mensagens para o setor de vigilância sanitária e sem obter uma resposta satisfatória, na madrugada de quarta-feira (8), resolveu gravar um vídeo e expor a situação.

O Comitê de Gestão de Crise propôs um projeto de lei que será encaminhado a Câmara de vereadores para que medidas Administrativas severas sejam aplicadas a quem descumprir as normas do decreto, que vão desde multa, fechamento e prisão.

Redação

Talvez você também goste

ELEIÇÕES 2020: BARBUDO DIZ QUE OPINIÃO DE BOLSONARO É “DESELEGANTE”

O deputado federal Nelson Barbudo (PSL-MT), através de declarações e recentes entrevistas, está conseguindo criar polemicas no mesmo nível da votação recebida nas eleições de 2018. Na entrevista ao programa

Mato Grosso 0 Comentários

GALLI APRESENTA PROPOSTA QUE REDUZ SALÁRIOS DE DEPUTADOS E ECONOMIZA MAIS DE 1,5 BILHÃO

O deputado federal professor Victorio Galli (PSC-MT), protocolou nesta terça feira (20) na câmara dos deputados, uma proposta para suprimir 40% da verba de gabinete, 30% da verba indenizatória e

Entre os mortos na queda do avião estavam familiares de empresário denunciado com Lula

Noticiamos hoje (26) a queda do avião em Minas Gerais, que matou quatro pessoas. Entre elas o empresário Adolfo Geo. Os bombeiros confirmaram que os mortos são o dono da