Criminosos invadem residência, fazem refém, estupram uma das vítimas e fogem com carros da familia.

Criminosos invadem residência, fazem refém, estupram uma das vítimas e fogem com carros da familia.

Uma mulher foi estuprada na madrugada desta segunda-feira (29) durante um roubo a residência no bairro Vila Aurora, em Rondonópolis (218 km de Cuiabá). Quatro bandidos encapuzados invadiram a casa e fizeram uma família refém, sendo dois idosos de 71 e 79 anos e um casal de 38 anos.

Durante o crime, uma mulher de 38 anos, que seria filha dos idosos, foi levada para um dos cômodos, onde foi obrigada a tirar a roupa. Em seguida, ela foi vítima de estupro pelos bandidos,

Em seguida, eles fugiram levando televisores, uma corrente de ouro, R$ 2 mil e uma aliança com diamantes, além de uma BMW e um Jeep Compass.

A Polícia Militar foi acionada e encontrou os veículos abandonados no bairro Jardim Glória,porém, os bandidos não foram localizados. Parte da ação criminosa foi registrada por imagens do circuito de segurança e ajudarão na identificação dos bandidos. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Redação com O documento

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Destaques 0 Comentários

“MÁFIA DOS RADARES”: PERCIVAL E ARGEMIRO NA MIRA DA JUSTIÇA

O ex-prefeito de Rondonópolis Percival Muniz e o ex-secretário de transportes e trânsito Argemiro Ferreira, terão que prestar esclarecimentos à justiça. Segundo as informações do site Noticias de Mato Grosso,

Notícias 0 Comentários

EMPRESA ECONOMY BRASIL É INTERDITADA PELO PROCON DE RONDONÓPOLIS

O PROCON de Rondonópolis através da Coordenadoria Municipal de Defesa do Consumidor interditou na segunda- feira (12),a sede da empresa Economy Brasil no município e suspendeu as atividades da empresa.

Notícias 0 Comentários

MPE: PREFEITO DE RONDONÓPOLIS É DENUNCIADO POR COMPRA DE ÁREA DE R$ 6 MILHÕES

Os vereadores Rodrigo Zaeli, Jailton Dantas e Subtenente Guinancio todos do PSDB de Rondonópolis, encaminharam uma denúncia ao Ministério Público de Mato Grosso, contra um ato ilegal e arbitrário da