A ALIANÇA ENTRE O PSDB DE TAQUES E LEITÃO COM O PATRIOTA DO DEPUTADO DELATADO DALTINHO

A ALIANÇA ENTRE O PSDB DE TAQUES E LEITÃO COM O PATRIOTA DO DEPUTADO DELATADO DALTINHO

 

Deputado federal Nilson Leitão e seu apoiador Adalto de Freitas, o Daltinho,

Os preparativos e articulações para a eleição, em 2018, seguem avançando. Na última quinta-feira (28.06) aconteceu o 1º encontro regional do Patriota, o partido que foi rechaçado por Bolsonaro, justamente por não ter critérios e uma clareza sobre o combate à corrupção no Brasil.
O ex-quase futuro partido de Jair Bolsonaro, que optou por outra sigla (o PSL), após entender que as negociações do presidente do Pen/Patriota, Adilson Barroso, em aceitar o deputado Adalto de Freitas, o Daltinho, citado como “chantagista” por Silval em delação homologada pelo STF, deverá se aliar ao Pedro Taques e Nilson Leitão.
Segundo o ex-governador Silval, ele teria gravado uma conversa em que parlamentares acertavam a cobrança de propina, e o líder do Patriota em MT é um dos possíveis envolvidos.
Assim o partido do presidente estadual, Adalto de Freitas, o Daltinho, fortalece sua aliança com o PSDB do governador Pedro Taques e do pré-candidato ao senado, o deputado federal Nilson Leitão .
Segundo as palavras do deputado estadual delatado Daltinho, “O partido fez uma avaliação do cenário político no estado e entendeu que a atual aliança, com o PSDB, é o que vê como o melhor para a sociedade mato-grossense”.
Em algumas situações, precisamos nos lembrar daqueles velhos conselhos de pais e avós; como o velho ditado: “antes só, do que mal acompanhado”, e o significado de “diga-me com quem andas, que eu te direi quem tu és”. A simplicidade destes conselhos já diz tudo.
Afinal, é melhor estar sozinho do que ter relacionamentos associados a situações duvidosas. Salvo, se tudo for válido para a manutenção do poder.
O futuro mostrará qual das alternativas está correta.
Por enquanto Marreta Neles!
Compartilhe: