“Alckmin atacou Bolsonaro enquanto ele estava na mesa de cirurgia”

“Alckmin atacou Bolsonaro enquanto ele estava na mesa de cirurgia”

Meirelles tentou apontar erro estratégico da campanha tucana

O candidato do MDB à Presidência da República, Henrique Meirelles, afirmou que o tucano Geraldo Alckmin (PSDB), o “santo” da lista de propinas da Odebrecht, atacou Jair Bolsonaro (PSL) em propagandas de televisão enquanto ele estava sendo operado em estado grave, na quinta-feira (6), após ele ter sido vítima de um criminoso armado com uma faca em Juiz de Fora (MG).

A acusação foi feita durante debate promovido pela TV Gazeta, pelo “O Estado de S. Paulo” e a rádio Jovem Pan, no último domingo (9). “O senhor prega a pacificação. No entanto, quando o candidato Jair Bolsonaro ainda estava na sala de cirurgia, o seu programa na televisão atacava fortemente o candidato Jair Bolsonaro”, afirmou Mereilles, tentando absorver o falso discurso pacífico do “centrão”.

O estamento burocrático vive momentos de desespero.

Fonte: Terça Livre/ Fernanda Salles

Compartilhe: